Viagem para Orlando Dicas - Roteiro 15 dias Orlando
Orlando, Viagens

Dia #1 Viagem para Orlando

O dia foi corrido. Imprimimos os cupons para as compras nos outlets, compramos os remédios para qualquer emergência, comidinhas para o voo e arrumamos as malas. Por causa do furacão Irma ficou tudo em cima da hora, pois não sabíamos se iríamos embarcar ou não. Os últimos dias foram tensos! Voo cancelado ou não? Aeroporto de Orlando aberto ou fechado?

Fomos para o aeroporto de Brasília às 22h do dia 11 de setembro. Pegamos um Uber que estava ouvindo Damaris! Chegamos bem cedo, fizemos o checkin e despachamos as malas para ficarmos tranquilos.

Embarcamos no dia 12 de madrugada (2h da manhã). A aeronave da Copa é muito simples, antiga, sem TV nas poltronas (sem nenhum tipo de entretenimento) e ficou a desejar no serviço de bordo durante a madrugada. Serviram apenas snacks nada bons. Não conseguimos dormir direito durante todo o voo. Ficamos nas saídas de emergência e tínhamos um espaço privilegiado entre as poltronas que dava para esticar bem as pernas. A manta (quase lençol de tão fino) que eles deram não foi o suficiente para tanto frio dentro do avião, mesmo usando 2 mantas e moletom.

Depois de 6 horas de voo chegamos no Panamá. O aeroporto do Panamá estava um freezer! Passeamos rapidamente pelo aeroporto e voltamos para ficar na fila de embarque do voo para Orlando. Para nossa surpresa o André Valadão também estava ali de passagem para Orlando e aproveitamos para tietar e tirar um selfie.

A ida para Orlando foi um pouco mais tranquila. A Aeronave da Copa era muito melhor, apesar do pouco espaço entre as poltronas.

Chegamos no aeroporto de Orlando às 13:25 (horário de Orlando) e o calor já nos esperava. Passamos pela imigração facilmente e fomos pegar as nossas bagagens. Curiosamente as malas devem ser colocados novamente em uma outra esteira que levou para a área central do aeroporto. Pegamos o trenzinho e novamente pegamos as malas. De lá fomos para a Álamo pegar o carro que alugamos. Fizemos todo o processo no totem da empresa, mas como estávamos antecipados no horário (30 minutos antes) tivemos que ir para o balcão explicar a situação para não pagar uma taxa extra por causa do horário antecipado.

O recomendado é sempre fazer o checkin de aluguel do carro online ou pelos totens no aeroporto. Você consegue fazer tudo em português e não corre o risco do vendedor de vender um monte de coisa. O vendedor da Álamo ficou querendo nos vender um upgrade da categoria do carro, outros tipos de seguro e um monte de outras coisas. Não contratamos nada a mais e olhamos com bastante calma os documentos antes de assinar. Eles colocam nesse documento uma previsão de gasto ($45) caso você não devolva o carro com o tanque cheio e caso isso aconteça será debitado do seu cartão de crédito.

Com o checkin feito fomos para a garagem escolher o carro. Acabamos pegando um elantra. Você pode entrar na garagem, olhar com calma os carros, entrar neles e escolher livremente o que você quiser dentro da fila de carros da categoria alugada. Não tenha pressa nessa hora e olhe com calma! O único problema do carro foram os bancos com um pouco de umidade e aquele cheiro de cachorro molhado nos primeiros dias de viagem.

Apanhamos para encaixar todas as malas no carro, mas no final deu tudo certo! Estranhei os primeiros minutos até me adaptar com o carro, mas na saída do aeroporto já estava acostumado.

Saindo do aeroporto ligamos o Waze e fomos almoçar no Flórida Mall. Contratamos ainda no Brasil um chip de dados (EasySIM4u) e foi excelente para rodarmos pela cidade, vermos o trânsito, pesquisarmos produtos e restaurantes sem depender de wifi.

Rodamos bastante para achar uma vaga no Flórida Mall e finalmente conseguimos uma bem na sombrinha. Passeamos rapidamente pelo shopping e fomos almoçar hambúrguer no Five Guys. Não sabemos se era fome ou se o sanduíche estava bom mesmo.

Descansamos um pouco no centro do shopping e fomos conhecer a loja da Disney. A loja é bem pequena, mas para quem estava pela primeira vez em Orlando tudo era muito legal! Passeamos pela loja da M&M e fomos para o hotel Rosen Inn da International Drive fazer o checkin e deixar as malas.

Estávamos com muita sede e inventamos de pegar uma água na máquina do hotel, mas a miserável engoliu um dólar e não soltou a água! Partimos para outra máquina e matamos a sede com uma água geladinha.

Organizamos as malas no quarto, banho para relaxar e partimos para o Walmart comprar as comidas do café da manhã e para pequenos lanches ao longo dos dias. Saímos de lá mais de nove da noite e finalmente fomos para o hotel para uma excelente noite de sono no ar condicionado.

As boas do primeiro dia em Orlando:

  • Chip de Dados – Um adianto na nossa vida em Orlando;
  • Sandubas completos no Five Guys – Segundo a Carol, o melhor hambúrguer que comemos em Orlando;
  • Comidas para os cafés da manhã e lanches no Walmart – Muitas opções e tudo muito barato;
  • Localização do hotel Rosen Inn – Pertinho de tudo (Walmart, I-Drive, Universal, vários restaurantes, Whole Foods, etc);

O que não foi tão bom:

  • Avião da Copa – Aeronave velha, pequena e comidas do serviço de bordo péssimas;
  • Frio congelante no aeroporto do Panamá;
  • Máquina de bebidas do hotel – Engoliu 1 dólar nosso;
  • Calor absurdo em Orlando – ainda bem que tínhamos ar condicionado no carro, lojinhas e quarto do hotel;

Principais investimentos com taxas desse desbravamento no Flórida Mall e Walmart

  • Five Guys [1 hamburger, 1 cheeseburger, 1 batata frita pequena e 1 regular soda]: $21,89;
  • Walmart [café da manhã, lanches, pacote com 32 garrafas de água, protetor solar e algumas makes]:$110,22
Post anterior Próximo post

Você também irá gostar