Dia#10 Islands of Adventure - Nos Encharcamos! · Orlando e Disney com dia23 | Dicas Parques Disney, Universal e Orlando
Orlando, Viagens

Dia#10 Islands of Adventure – Nos Encharcamos!

Acordamos um pouco mais tarde que o normal, pois estávamos bem cansados dos últimos 4 dias de parque seguidos acordando cedo e dormindo tarde. Tomamos café no quarto do hotel e partimos para o nosso segundo dia de maratona da Universal. Era dia de Islands of Adventure! Chegamos dentro do parque às 10h e fomos direto para o simulador do Homem Aranha (The Amazing Adventures of Spider-Man).


Estatísticas desse dia no Islands of Adventure

  • Andamos: 13,36km
  • Quantidade de horas no parque: 7 horas
  • Investimento total: $87,64 (custo do casal e não está incluso o valor do ingresso)

As boas do Islands of Adventure:

  • Almoço no Mythos – um dos melhores almoços em restaurantes temáticos dentro do parques que tivemos;
  • Atrações que molham – ainda mais no calor de Orlando .

O que não foi tão bom:

  • Calor! – Sim, esse item sempre vai ficar por aqui;
  • A fila escura e sinistra no simulador do King Kong – com direto a passar frio;
  • Locker caro para atrações que são quase que obrigatórias você guardar os seus pertences.

Principais investimentos com taxas e gorjeta desse desbravamento no Islands of Adventure:

  • Estacionamento: $20,00;
  • Almoço no Mythos [beef medallions, gnocchi bolognese e coca]: $48,83;
  • Locker na Toon Lagoon: $4,00;
  • Imãs de geladeira do parque Universal e Islands of Adventure: $14,81.

Os simuladores dos parques de Orlando são muito realistas e foram as atrações que mais gostamos. Esse simulador do Homem Aranha não poderia ser diferente. A Carol já gostou desse simulador quando foi para Orlando em 2002 e eu curti bastante!

Atrações que molham no Islands of Adventure

Saímos encharcados!

Separamos o horário da manhã para nos molharmos na área da Toon Lagoon e aproveitamos para nos refrescar do calor que estava aquele dia. Deixamos antes a nossa mochila no locker que fica do lado da atração Dudley Do-Right’s Ripsaw Falls e pagamos $4 dólares para 1 hora e meia. Pensamos que a queda iria molhar bastante, mas o que nos molhou mesmo foi o trajeto até chegar nela. Depois fomos para a atração do Popeye (Popeye & Bluto’s Bilge-Rat Barger) que fica bem ali do lado e ela é sem noção no quesito “você irá se molhar da cabeça aos pés”. Não adianta capa de chuva ou tentar se esquivar! Fomos preparados para curtir o passeio e saímos de lá encharcados o suficiente para torcermos as nossas meias e camisetas. 

Demos uma pausa para pegarmos a nossa mochila no locker, nos secarmos com calma e fazermos um lanchinho (banana e maçã). Essa área da Toon Lagoon é muito bacana e vale a pena tirar um tempinho para passear por ali, tirar várias fotos engraçadas e deixar as crianças (e adultos!) brincarem com água no calor de Orlando. Atrás da atração do Popeye a vista é muito bonita, tranquila e vazia (poucas pessoas passam por lá). Reservamos um tempo para ficar por ali e também para dar boas risadas do pessoal se molhando (vide foto).

Ainda um pouco molhados fomos para a área Skull Island para irmos no simulador do King Kong (Skull Island: Reign of Kong). Não recomendo sair molhado e enfrentar fila nesse simulador. Pegamos uma fila de 40 minutos e quanto mais a fila avança mais frio e escuro vai ficando. A música e ambientação da fila é bem bacana.  A parte da fila que tem uma mulher esquisita falando é sinistro e sinceramente eu não entendo quem gosta de tirar foto daquilo. Como a fila anda bem devagar ali, começa a ficar chato a mesma repetição de falas dessa mulher. A atração com certeza é muito bem feita e valeu a pena esperar!

Gnocchi do restaurante Mythos

gnocchi! huuummm!

Tínhamos uma reserva no restaurante Mythos às 12:30 e chegamos alguns minutos atrasados por causa da fila inesperada no simulador do King Kong. Andamos rápido para a área Lost Continent para não perdermos a reserva e também para não morrermos de fome. Esse foi o restaurante dentro dos parques que nós mais gostamos de almoçar. A decoração do lugar é incrível e a comida fantástica. Não é um restaurante barato, mas compensa muito comer no Mythos. Pedimos um Mythos beef medallions (carne deliciosa que desmanchava na boca) e um gnocchi a bolonhesa que a Carol devorou. Sempre dividimos uma bebida e pedimos uma coca, mas tivemos que explicar que não queríamos o refil para a garçonete trazer apenas 1 copo. Vale a pena ficar ali comendo com calma e admirando todos os detalhes desse restaurante. Ficamos próximos de uma janela com à vista do parque.

Saindo da área do Continente Perdido, passamos pela Seuss Landing, uma área do parque com algumas atrações para crianças, mas que é muito bem feita. Toda a decoração da Seuss Landing chama a atenção e mesmo que você não vai com crianças você tem que passar por ela.

Voltamos para o início do parque e entramos em várias lojinhas para conhecer cada detalhe. Investimos bastante tempo nesse passeio, pois já tínhamos feito quase tudo que queríamos no parque. Além, é claro, de dar uma relaxada e aproveitar o ar condicionado de cada loja.

T-rex do Jurassic Park - Islands of Adventure

Jurassic Park!

Depois fomos na clássica atração do Jurassic Park (River Adventure). Para quem é da minha época e ficou fascinado com o primeiro filme essa atração é obrigatória. Não é muito emocionante, é um pouco antiga (precisa de uma boa renovação!), mas é nostálgica. A queda no final é bem bacana e quem vai nos primeiros assentos se molha um pouco.

O que falar da montanha russa do Hulk (The Incredible Hulk Coaster) e da Hollywood Rip Ride Rockt? Se Você curte adrenalina e não se intimida com subidas verticais a 90 graus e muitos loopings, você não pode perder!

Voltamos para hotel para dar uma descansada e fomos passear de noite no shopping Florida Mall.

Hora de voltar para dormir, pois no outro dia era maratona de Harry Potter nos parques da Universal e Islands of Adventure.

Post anterior Próximo post

Você também irá gostar