Animal Kingdom - Nova área de Pandora - Mundo de Avatar
Orlando, Viagens

Dia#4 Animal Kingdom – Mundo de Avatar

Acordamos cedo novamente (6:30h!), comemos no café da manhã o que compramos no Walmart (croissant, mocha da Starbucks e bolo mesclado) e partimos para o Animal Kingdom. Demoramos cerca de 20 minutos do hotel Rosen Inn na International Drive (7600) até o estacionamento do parque (Dinosaur – rows 32-40). Diferente do Magic Kingdom, mesmo chegando bem cedo com o estacionamento vazio, tivemos que pegar o carrinho até a entrada do parque. Tiramos fotos em todos os lugares que paramos nos parques em Orlando para não nos perdermos na volta. O motorista do carrinho ficava imitando dinossauros e não parava de falar para você já entrar no clima do parque, mesmo com pouquíssimas pessoas no carrinho!


Estatísticas desse dia no Animal Kingdom

  • Andamos: 17,23km
  • Quantidade de horas no parque: 13 horas
  • Investimento total (2 pessoas): $141,28

As boas do Animal Kingdom:

  • Novamente o dia quase sem fila – Tirando a fila do Flight of Passage;
  • Flight of Passage! Melhor simulador que fomos em Orlando;
  • Kilimanjaro Safaris pela manhã;
  • Shows do Nemo e Rei Leão – imperdível;
  • Área de Pandora de noite – iluminação incrível.

O que não foi tão bom:

  • Calor! – Para um dia corrido o sol na sua cabeça cansa muito mais;
  • Restaurante do Avatar (Satu’li Canteen) – ambientação bacana, mas comida nada demais;
  • Night blossom – doce demais.

Principais investimentos com taxas desse desbravamento no Animal Kingdom:

  • Estacionamento: $20,00;
  • Pipoca gostosa com manteiga: $5,00
  • Almoço no Yak & Yeti Local Food Cafes [honey chicken, kobe cheeseburger e coke]$31,71;
  • Bebida no Pongu Pongu [night blossom]: $6,38;
  • Janta no Pandora Satuli Canteen [fish bowl, cheeseburger pod e suco couvenir] $39,91;
  • Mickey safari e imã de geladeira do Castelo da Cinderela: $38,28.

Animal Kingdom - Área de Avatar

Mundo de Avatar – Fila do Flight of Passage

Às 8h já estávamos em uma fila pequena para a entrada no Animal Kingdom. Assim que nós entramos fomos andando rápido (quase correndo hehe!) para a área de Pandora (Mundo do Avatar) para não pegarmos fila no simulador Flight of Passage, já que mesmo com 30 dias de antecedência e muita insistência, não conseguimos marcar o fastpass. A entrada da área de Avatar é organizada pelos cast members e fica fechada por uma corda. A fila atrás de nós foi ficando cada vez maior e antes das 9h (horário oficial que o parque abre), umas 8:40h, eles já liberaram para entrar de forma organizada e sem correria.

Entramos na fila da Flight of Passage e como é a mesma fila para quem tem Fastpass (acredito eu!), nessa primeira vez, nós não vimos o laboratório com o Avatar e fomos direto para o simulador.  A experiência foi fantástica! A imersão do simulador foi incrível e toda a ambientação também! A qualidade da tela é muito boa e você senta em algo parecido com uma moto para simular como se você estivesse montando um Banshee (nome em Na’vi é ikran – tipo um “dragão”que o Avatar se conecta e voa). Você sente a respiração do Banshee na parte interna das coxas, vem água no rosto, vento e cheiro de terra molhada. Saímos da atração às 9:08h e como o nosso fastpass para a Na’vi River Journey era só as 10:20h, fomos para a área da África. Quando estávamos saindo da área do Avatar a fila para o Flight of Passage já estava gigantesca e ia até o final da área de Pandora.

Animal Kingdom - Kilimanjaro Safaris

Kilimanjaro Safaris

Aproveitamos o período da manhã (a maioria dos animais estão acordados e mais dispostos) para ir no Kilimanjaro Safaris. Chegamos e já entramos em um dos primeiros carros. Uma dica aqui (se for possível no dia) é sentar no último banco. Você fica com a vista totalmente livre para tirar algumas fotos, mas com o único incomodo de ficar virando para trás. O tempo total do passeio foi de uns 20 minutos e o motorista o tempo todo interage com as pessoas, explicando sobre os animais, brincando e falando algumas curiosidades. Vimos antílopes, crocodilos, elefantes, flamingos, hienas, leão (todo majestoso tomando sol nas rochas), leoas, rinoceronte-branco (animal quase em extinção – nasceram alguns no parque), zebras e muitos outros animais. Lembrei por causa das fotos e uma curiosidade é que essa área do safari é maior que todo o parque do Magic Kingdom.

Voltamos agora para a área central do parque na área Discovery para tirar fotos e fazer um pequeno vídeo com o Mickey e Minnie com roupas de safari na Adventures Outpost. Tinha só uma família na frente e foi muito rápido. Segundo a Carol esse é o Mickey mais lindinho! 🙂

Mickey Safari no Animal Kingdom

Clássico!

Aproveitamos que estávamos na zona Discovery e fomos na It’s Tough To Be a Bug! A atração fica dentro da Árvore da Vida (Tree of life) e é imperdível tanto para adultos quanto para crianças. Antes de entrar no teatro olhamos alguns desenhos de animais que ficam entalhados na Árvore da Vida. É muito bacana cada detalhe da árvore e poderíamos ficar horas ali para encontrar cada animal. O teatro passa um filme em 3D e além do filme, existem alguns bonecos animados, você sente cheiros, ventos (outras surpresas que eu não vou estragar escrevendo aqui) e por isso que falam que é uma atração 4D. A história é com a formiga Flik do filme Vida de Inseto da Pixar.  Aproveitamos para ver os vários cartazes de filmes de verdade, mas na versão Vida de Inseto que ficam antes da entrada do teatro.

Árvore da Vida - Tree of Life

Árvore da Vida – Tree of Life

Antes de voltarmos para a área de Pandora para o fastpass do Na’vi River tiramos aquela foto clássica com a Árvore da Vida atrás de nós. O passeio pelo rio de Avatar é muito tranquilo e as crianças também vão amar. Se você não viu o filme do Avatar ou já viu faz muito tempo, recomendo ver antes de ir para você ir reconhecendo cada detalhe. É extremamente bem feito esse passeio em um barco com todos os sons do Mundo de Avatar, luzes, bonecos animados e telas de LED (OLED? Holograma? Não sei bem…). Realmente a Disney caprichou muito nas atrações de Avatar e na tematização de toda essa nova área do Animal Kingdom. Aproveitamos para tirar vários fotos e ver um showzinho que acontece algumas vezes ao longo do dia com aquela cantoria da língua na’vi e tambores. As pessoas ficam ao redor e no final da pequena apresentação você participa cantando também.

De lá fomos para a área Dinoland para o nosso fast pass da Dinosaur que estava marcado para as 11:55h. É uma simulação de uma viagem pré-histórica em um carrinho que balança bastante, bem escura e que faz bastante barulho. Se os seus filhos tiverem medo acredito que não vão gostar muito. Os dinossauros não são nada amigáveis! Nessa área da Dinoland existem várias atrações para os pequenos e vale a pena passar lá. Compramos uma pipoca com manteiga nessa área para as crianças para dar uma enganada na fome e valeu a pena, estava uma delícia!

Ainda na Dinoland, fomos no musical Finding Nemo the Musical. É importante você pegar não apenas o mapa do parque na entrada, mas também o time guide para ver os horários dos shows. O musical é muito bem feito (ousamos dizer que é estilo Broadway) e para nós era uma parada obrigatória. Ótimo também para dar aquela descansada e se refrescar no ar condicionado.

Saindo da Dinoland, fomos para a Ásia para irmos na montanha russa Expedition Everest antes do almoço. Tínhamos um fastpass (último que marcamos com 30 dias antes) marcado para Everest as 12:55. Planejamos almoçar nesse dia um pouco mais tarde e marcamos os fastpass nos primeiros horários para tentarmos marcar um quarto fastpass em outras atrações e voltarmos para a área de Avatar. Saímos um pouco tontos da Expedition Everest, mas foi bem bacana e um pouco mais radical que as montanhas russas do Magic Kingdom. Uma parte dela você vai de costas e a tematização da fila e de toda a atração é muito bem feita. Para quem está sozinho ou quer repetir a atração separado do seu grupo, você pode ir na fila single rider.

Ainda na área da Ásia, fomos almoçar no Yak & Yeti Local Food Cafes (não confunda com o Yak & Yeti™ Restaurant que é um table service que fica do lado e estava lotado!). A Carol foi de cheese burguer e eu de frango um pouco agridoce com molho de mostarda e arroz. Apesar de simples, o frango estava uma delícia (não sei se era a minha fome também!). Uma pena o lugar não ter tanto espaço e uma área fechada com ar condicionado para comermos e descansarmos.

Seguimos destino para o show do Rei Leão (Festival of the Lion King) na área da África e chegamos com 1 minuto de atraso. Esse show meio circense, com alguns personagens do filme do Rei Leão e cantores excelentes, teve duração de 30 minutos e você deve colocar em seu roteiro do Animal Kingdom. Uma dica é ir depois do almoço para dar aquela descansada e fazer a digestão, principalmente em dias quentes em Orlando.

Voltamos para Ásia e fomos na Kali River Rapids. Antes de entrar na fila, deixamos a mochila no locker (sem custo por 1 hora) que fica logo ali do lado. O passeio foi gostoso e nem molhou tanto assim (diferente das atrações da Toon Lagoon no Islands of Adventure) mas foi bom para amenizar o calor.

Área de Avatar no Animal Kingdom

Mundo de Avatar!

Quando estávamos voltando para a área de Avatar para irmos novamente no simulador Flight of Passage, pegamos um guia na Wilderness Explorers como souvenir. É uma brincadeira infantil (e para alguns adultos também hehe) que você pode ir juntando alguns distintivos de exploração e quando você finaliza os desafios você cola nesse guia. Essa é uma brincadeira para um dia inteiro, mas queríamos o guia (sem custo nenhum) apenas de lembrancinha para nós.

Night Blossom - Avatar

Night Blossom – Doce d+!

Compramos na lojinha Pongu Pongu um Night Blossom (bebida colorida, gelada e muitooooo doce) para nos refrescarmos durante o período que iríamos ficar na fila do Flight of Passage (segunda vez nessa atração). Ficamos 1 hora e 10 minutos na fila, mas com certeza valeu muito a pena voltarmos nesse simulador do Avatar para vermos todos os detalhes da fila (laboratório, avatar dentro do cilindro, etc). Pensamos seriamente em voltar outro dia no Animal Kingdom só por causa dessa atração.

Comida em Pandora - Animal Kingdom

Pandora Satuli Canteen – fish bowl with rice

Voltamos na Ásia para o último show que estava faltando, o Flights of Wonder. Pela descrição parece algo bobo, mas vale a pena esse show de pássaros. É impressionante o que os pássaros fazem e você vai se divertir um pouco. Com o meu inglês bastante enferrujado dava para entender razoavelmente bem o que eles falavam. De lá nós passamos em uma loja (não lembro o nome) para comprar o Mickey Safari e um imã de geladeira do Castelo da Cinderela (mania nossa de toda viagem). Ainda pensamos em voltar na Expedition Everest na fila single rider, mas estávamos bem cansados e com fome.

Pandora Satuli Canteen - cheeseburger pod

Pandora Satuli Canteen – cheeseburger pod

Sim! Hora de voltar para Pandora novamente e ver como era o lugar de noite. Todo o ambiente vai acendendo devagar, os sons mudam e o chão fica iluminado. É uma outra experiência essa área de noite. Aproveitamos para jantar no restaurante do Avatar (Satu’li Canteen), pedimos um fish bowl, cheeseburger pod e um suco (Pandoran Sunrise) com um copo Na’vi de souvenir. O ambiente do restaurante é muito legal e um dos mais bacanas de todos os parques de Orlando que fomos, mas a comida não é nada demais. Tem toda uma cara mais “saudável”, mas não é tão gostosa assim. O suco de frutas tropicais tem toda uma descrição mirabolante, mas é simples.

Área de Avatar de Noite

Área de Avatar de Noite

Saindo de lá estava começando a anoitecer. Ficamos ainda passeando e curtindo o mundo de Avatar até dar o horário do início dos shows (Tree of Life Awakenings) na Árvore da Vida que acontece aproximadamente a cada 10 minutos. As projeções na árvore são bacanas e você tem que parar para ver. Por último e já exaustos, fomos ver o espetáculo de projeções na água, o Rivers of Light, que acontece no lago que contorna algumas regiões do parque. O show acabou às 21h.Você não pode ir embora do Animal Kingdom sem ir nesse show.

Hora de pegar o carrinho para o estacionamento, procurar o carro e voltar para o hotel. Foram 2 dias seguidos de muita andança, então separamos o sábado (16/09) para descansar um pouco e fazer algumas compras.

Post anterior Próximo post

Você também irá gostar